Capa » Uncategorized » Praias e cultura especiais… Isso é Sihanoukville

Praias e cultura especiais… Isso é Sihanoukville

De tão distante que é do Brasil, dificilmente alguém pensará durante suas férias: “Vou para o Camboja!”. Normalmente, é um destino combinado com diversos outros do sudeste asiático, mesmo porque este país é banhado pelo Golfo da Tailândia, tendo fronteiras com Tailândia, Vietnã e Laos.

Sihanoukville fica no sul do Camboja e se apresenta como um dos destinos de praia mais requisitados daquele país. A consequência é que o turismo, nos últimos anos, tem crescido muito nesta cidade e voos de e para Siem Reap (outra cidade muito turística do Camboja) são mais recorrentes.

Serendipity Beach é a praia predileta dos mochileiros e o país todo é muito barato (característica dos países do sudeste asiático no geral). No entanto, aqueles que querem um turismo mais requintado também encontram muitos locais luxuosos, como clubes privados. Só tomem cuidado com a neurose que os cambojanos têm com dólar. Tudo custa um dólar, uma tristeza…

Dificilmente, você encontrará uma praia cambojana entre as mais top da Ásia, mas possuem areia branca e atraem uma quantidade razoável de turistas.

Praia em Sihanoukville

Praia em Sihanoukville

A areia é bem fina e branca, mas a praia é praticamente vazia em Sihanoukville

A areia é bem fina e branca, mas a praia é praticamente vazia em Sihanoukville

A cidade tem esse nome para homenagear o rei Norodom Sihanouk, pai do atual rei (sim, o Camboja é um reino!!) Norodom Sihamoni. Também é conhecida como Kampong Som e foi fundada em 1964, sendo caracterizada como o único porto de águas profundas do Camboja. É natural que esta cidade seja a parada dos cruzeiros…

O seu centro é relativamente pequeno e possui uma feira muito ativa e cheia de gente e é muito fácil encontrar os monges cambojanos caminhando pelas ruas…

Centro de Sihanoukville

Centro de Sihanoukville

A língua dos caras é algo praticamente impraticável para ocidentais…

O idioma cambojano mais parece desenhado que escrito

O idioma cambojano mais parece desenhado que escrito

O trânsito é muito semelhante ao encontrado na Tailândia, no Vietnã ou na Índia e podem ser encontradas facilmente crianças no controle de motonetas, largamente presentes no trânsito local.

Jovem no comando de uma moto em Sihanoukville

Jovem no comando de uma moto em Sihanoukville

Se estiver por lá, uma visita que DEVE ser feita é a Intra Ngean Pagoda, que é o local religioso mais proeminente da cidade. Como muitos turistas vão para lá, é normal encontrar várias crianças pedindo qualquer coisa, desde dinheiro até um abraço…

Nós acabamos “adotando” dois pequeninos cambojanos que não nos largaram, mas como não estávamos com dinheiro para repassar para eles (ainda não tínhamos encontrado um caixa eletrônico), acabamos apenas tendo companhia para as fotos enquanto estávamos na pagoda.

Intra Ngean Pagoda

Intra Ngean Pagoda

Intra Ngean Pagoda

Intra Ngean Pagoda

Intra Ngean Pagoda

Intra Ngean Pagoda

Mais um cachorro, agora cambojano...

Mais um cachorro, agora cambojano…

Intra Ngean Pagoda

Intra Ngean Pagoda

Há, também, minimonges nesta pagoda.

Há, também, minimonges nesta pagoda.

Intra Ngean Pagoda

Intra Ngean Pagoda

Meu cambojano

Meu cambojano “adotado”. Até a bengala ele queria. Só não dei porque eu precisava dela mais que ele

Mais um minicambojano esperando pelas caridades dos turistas

Mais um minicambojano esperando pelas caridades dos turistas

Intra Ngean Pagoda

Intra Ngean Pagoda

Essa cambojaninha foi a

Essa cambojaninha foi a “adotada” pela Tatiane

Esse carinha era gente boa!

Esse carinha era gente boa!

Da Pagoda Intra Ngean, seguimos para o centro da cidade com o objetivo de aproveitar o movimento da feirinha. No caminho, encontra-se de tudo. Desde lojas ambulantes (sim, lojas ambulantes!) até peixe secando ao sol, pois a refrigeração não é algo tão comum de ser encontrado por lá, infelizmente…

Loja ambulante

Loja ambulante

Peixe ao sol para secar e durar um pouquinho mais

Peixe ao sol para secar e durar um pouquinho mais

No centro da cidade, há os conhecidíssimos tuctucs para um passeio. Basta levantar a mão na frente de um que aparecem uns 4 ou 5 motoristas na sua frente. Com esse poder todo, basta negociar o preço e “enjoy the ride”!!

Transporte alternativo... ou nem tanto...

Transporte alternativo… ou nem tanto…

Como o calor, mesmo em janeiro, era grande (a temperatura estava em torno de 30 graus), paramos para umas guloseimas locais. Vimos alguns caramujos ao ar livre sendo vendidos como tira-gosto, mas resolvemos não encarar, pois a fome nem era tão grande assim. O que era grande, sim, era a sede…

O coco é muuuuito grande, quase do tamanho de uma melancia. Muita água, muita mesmo, mas a temperatura ambiente

O coco é muuuuito grande, quase do tamanho de uma melancia. Muita água, muita mesmo, mas a temperatura ambiente

Cerveja é cerveja em qualquer lugar... essa estava geladinha!!! :D

Cerveja é cerveja em qualquer lugar… essa estava geladinha!!! :D

Nesse bareco que paramos, havia um recado colado na parede que, na medida do possível, procuramos respeitar!!!

Como é, Seu Moço??

Como é, Seu Moço??

Depois desse recorrido breve por Sihanoukville, andamos mais um pouquinho pela cidade e, na sequência, o motorista contratado nos levou de volta para o navio. Qual foi o valor do dia inteiro para ele ficar rodando com a gente para cima e para baixo? US$30 divididos para quatro pessoas. Passeio com motorista particular a preço de ônibus lotado na hora do rush!!

Centro de Sihanoukville

Centro de Sihanoukville

Embora com uma pobreza latente, Sihanoukville se apresenta como um local que merece a visita do turista mais despojado. Facilmente pode ser associado com algumas cidades brasileiras, principalmente àquelas que possuem infraestrutura mais precária. Povo solícito, sempre sorridente!! Isso é o sudeste asiático, isso é o Camboja!

Vista do porto de Sihanoukville

Vista do porto de Sihanoukville

Sol se pondo em Sihanoukville

Sol se pondo em Sihanoukville

Gostou do post? Não? Comenta assim mesmo, deixe sua opinião!

Espalhe!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado. Campos com * são obrigatórios

*