Capa » Esticando o dinheiro

Esticando o dinheiro

Sempre tenha moeda local. Muitos países como as Maldivas, Camboja e tantos outros alegremente aceitam dólares, mas é claro que a conversão não será favorável para o turista. Então, procure as casas de câmbio e troque seus dólares por moeda local, se não já tiver feito isso no Brasil antes. Quando alguém quiser lhe vender algo, aproveite e pergunte: e o preço em moeda local? Muitas vezes é um ótimo negócio!

Procure também ter pequenas quantidades de dinheiro em vários bolsos, pois você, invariavelmente, acaba dizendo que só tem aquele (lembre-se das regras) e assim ficará mais fácil negociar. Outra boa dica é trocar notas altas em várias menores.

Estique seu dinheiro

Estique seu dinheiro

Em muitos países, como Austrália, Nova Zelândia, Cingapura, Japão é bastante caro comer fora. Então, busque o supermercado local.

Caso você não tenha um frigobar, compre pequenas porções para o dia presente e para o próximo e vá se aventurando. Além de ser um excelente passeio, irá lhe economizar muito dinheiro durante a viagem.

Em muitos lugares, é comum oferecer o set menu lunch, que é composto por uma entrada (salada ou sopa), a refeição principal, uma sobremesa e às vezes até a bebida e um cafezinho. Se você pesquisar, verá que vale a pena, pois são vários pratos pelo preço de um, ou seja, é jogo pra economizar!

Que delícia! E econômico!

Que delícia! E econômico!

Por mais saudade que você tenha da comida brasileira, procure se aventurar e experimente a comida local, mesmo a de rua. É claro, dê antes uma olhadinha nas condições de higiene. Além de conhecer a cultura do país que você está viajando, o preço, normalmente, é muito mais em conta.

Tenha sempre à mão uma garrafinha de água, você poderá enchê-la em vários pontos na maioria das cidades e de graça, pois em alguns países isso pode representar uma boa economia (na Austrália, uma garrafa de água pode sair facilmente por US$2, acredite)!

Uma dica muito legal é a garrafa Lifestraw. Com ela, você pode beber água da torneira em qualquer lugar do mundo com o sistema de filtros que ela tem sem ter medo algum por sua saúde! Só não vale colocar água salgada dentro da garrafa, pois ela perderá a função. De resto, beleza!

Ainda falando de comida, naqueles países em que as refeições representam um alto custo, como França, Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia e alguns outros, procure um bom almoço e na janta faça somente um lanchinho, coma um iogurte, frutas ou barrinhas, uma salada ou sopa. É mais econômico e ainda te mantém em forma. Ou ainda defina um “orçamento”: se você gastar muito em um dia, procure compensar no outro e assim você não sai da linha.

O que você mais faz para economizar durante suas viagens, sejam nacionais ou internacionais? Comenta aí, vai!!??

2 comentários

  1. Boas dicas, Michael! Economizo evitando comer fora e andando sempre que posso (conheço e fotografo muito melhor que de ônibus ou pior, táxi!). Conhecer pessoas licais também é excelente p conhecer lugarzinhos e curiosidades que turista não conheceria! Ah! Quando vier a Malta, sugiro comprar água mineral p beber. Água da torneira provavelmente vai estragar sua garrafinha pq aqui não existe rio. É água do mar tratada p poder servir à população, mas eles não recomendam beber. Eu tentei fazer cgá com ela… Enquanto está quente ainda vai… Mas esfriou um pouquinho vc percebe o sabor “eca” que ela tem! E todo dia eu te desejo uma Boa viagem!

DEIXE UM COMENTÁRIO to Tellmeaboutbrasil Cancelar resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos com * são obrigatórios

*